Educação financeira

Empréstimo e financiamento: entenda como funciona


Todos nós temos sonhos que às vezes podem parecer inacessíveis. Abrir um novo negócio, comprar um carro 0km, ter uma casa própria. Às vezes uma ajudinha financeira é muito bem vinda. É aí que entram os empréstimos e financiamentos, mas o que exatamente são esses recursos?

O empréstimo e o financiamento são recursos financeiros oferecidos pelos bancos ou instituições financeiras para que o seu cliente possa arcar com projetos pessoais ou profissionais de alto custo. O cliente pega o dinheiro emprestado e devolve depois de um período pré-estabelecido. Mas entre o empréstimo e o financiamento há algumas diferenças básicas:

1 – O empréstimo pessoal é mais prático e menos burocrático, isso porque o cliente não precisa justificar para que precisa do dinheiro. Geralmente este tipo de crédito é usado para finalidades pessoais, é aí que surgem as diferentes categorias como empréstimo imobiliário e para a compra de veículos. Por outro lado o empréstimo costuma ter taxas de juros maiores, já que o risco de inadimplência é alto.

Há também o modelo de empréstimo consignado, onde o cliente faz a solicitação e as parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento ou aposentadoria.

2 – Já o financiamento é um pouco mais burocrático, a instituição financeira precisa saber exatamente qual vai ser o destino daquele dinheiro, dessa forma eles podem lhe ajudar, por exemplo, fornecendo menores taxas de juros. O fato do banco precisar estar ciente do seu objetivo com o dinheiro faz com que o valor que o cliente irá receber é exatamente aquele que ele precisa gastar, nenhum centavo a mais. Essa modalidade de crédito é particularmente popular no setor da educação privada, graças a programas sociais como o FIES.

Pesquise, pesquise e pesquise

Nunca é demais reforçar, pesquisar as melhores condições é fundamental. As taxas de juros costumam ter variações significativas de um banco para o outro, então não fique restrito a instituição financeira da qual você já é cliente. Levante todas as informações e custos para decidir qual é a melhor alternativa para você o o seu bolso

Você realmente precisa de um empréstimo ou financiamento?

Antes de pedir um empréstimo ou financiamento é importante se perguntar: “Será que é realmente necessário?”

A perspectiva de ter dinheiro em mãos e poder devolvê-lo, mesmo que com juros, dentro de algum tempo, é tentadora. Por essa razão, todas as decisões sobre tomada de crédito devem ser feitas de forma racional e não por impulso. Do contrário o resultado pode ser nada agradável.

Muitos dos nossos projetos pessoais não são urgentes, não seria melhor guardar dinheiro por alguns meses? O valor economizado no pagamento dos juros pode valer o esforço e a espera.

Não é tão difícil quanto parece e existem tecnologias que podem lhe auxiliar nessa missão. A praticidade de resolver tudo de casa, por exemplo, pode ser uma grande aliada na tarefa de guardar dinheiro. Usando os serviços da Conta Zap você economiza tempo, resolvendo tudo pelo WhatsApp com total segurança e conforto, é só entrar em contato com o Zapelino, o nosso assistente virtual pelo link: http://zapconta.co/contazap

Quais documentos são necessários para fazer um empréstimo ou financiamento?

Os critério e documentos necessários variam de acordo com a instituição financeira que você escolheu, mas, de uma forma geral, para pedir um empréstimo pessoal você vai precisar de:

  • Documento de Identidade (RG, CNH, OAB…)
  • Certidão de Pessoa Física (CPF)
  • Comprovante de Residência
  • Comprovante de Renda Estável

Para solicitar um financiamento a lista é um pouco maior. Você precisará de:

  • Documento de Identidade (RG, CNH, OAB…)
  • Certidão de Pessoa Física (CPF)
  • Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento
  • Comprovante de Residência
  • Declaração de Imposto de Renda
  • Comprovante de Renda Estável

Atenção: Sempre consulte a sua instituição financeira para ter a certeza de todos os documentos que serão necessários.

Cuidado com os golpes

O que não falta é gente querendo se aproveitar. Então não custa nada fazer uma boa pesquisa prévia da reputação da instituição financeira que você escolheu, confira se a empresa segue as normas estabelecidas pelo Banco Central e nunca faça nenhum depósito antes de receber o valor combinado.

E não se esqueça: “Quando a oferta é demais, o santo desconfia”

Ofertas atraentes demais podem até ser tentadoras, mas também tem grandes chances de serem algum tipo de golpe. Manter um pézinho atrás nunca é demais.

Gostou deste artigo? Então compartilhe o link nas suas redes sociais e fique atento nas nossas novas publicações!

Dicas
Como planejar as finanças para 2021? Confira nossas dicas
Educação financeira
Planejamento Financeiro: 20/30/50
Educação financeira
O jeito Warren de investir
There are currently no comments.