Notícias

O Pix é uma cilada?


O Banco Central iniciou há algumas semanas o cadastramento oficial das chaves do seu mais novo meio de pagamento instantâneo: o Pix. Com isso, muitas fake news e desinformação sobre o assunto tomaram conta da web. Mas afinal o que é verdade sobre o Pix?

O Pix promete ocupar o lugar de DOC e TED. Estes dois serviços atuais de transferências entre contas operam apenas em dias úteis e dentro do horário dos bancos. Já o Pix pode ser feito a qualquer momento, sem limite de valor, 24 horas por dia e inclusive em fins de semanas ou feriados.

Fake news?

O assunto “Pix” só não aparece com mais frequência do que as “Fake News”. A tradução literal desse termo é “notícias falsas”. Elas aparecem nos mais diversos contextos, desde economia e política até a vida dos famosos. Recheadas de sensacionalismo, essas notícias tem uma velocidade de propagação enorme e podem ser perigosas.

Com isso trouxemos algumas dicas de segurança para você sobre fake news:

1- Desconfie de títulos exagerados.

Geralmente é nessa primeira manchete que mora o perigo. Frases ou números fora do comum, que causam impacto. Procure ler toda a matéria e não só a chamada, pois ela pode não ser exatamente como o título sugere.

2 – Verifique sempre a fonte da informação.

A fonte é algo muito importante para se analisar, quando se trata de notícias. Fontes desconhecidas, sempre merecem desconfiança. 

3 – Na dúvida, não compartilhe.

Se após fazer todos os questionamentos sobre uma informação você ainda tiver dúvida sobre ela, não compartilhe.

Mas o Pix é realmente seguro ?

O Pix contará com o mesmo protocolo de segurança imposto pelo Sistema Financeiro Nacional que já usamos hoje em transações pela internet, porém, nenhuma é totalmente a prova de fraudes. O principal problema, na verdade, não ocorre nos sistemas dos bancos em si, que contam com várias camadas de proteção, mas sim em páginas falsas que “roubam” dados dos clientes, o chamado “phishing”

“O e-mail que identificamos usava o nome de um banco popular e trazia um link para que o usuário fizesse o cadastro na conta Pix. O link direcionava a um site falso que simulava o banco e pedia que a vítima inserisse a sua senha bancária, além do número do celular e do CPF, que serão usados como chaves de identificação dentro do PIX”, explica a empresa de soluções em cibersegurança Kaspersky, que detectou cerca de 30 domínios falsos com o termo “Pix”.

Dicas para sua segurança

  • Sempre verifique o endereço do site para onde foi direcionado, para garantir que seja a página oficial da empresa.
  • Se um contato ou empresa desconhecida te acionar encaminhando algum link, não clique. Verifique ainda se são legítimos, e mesmo que comece com ‘https‘, é necessário duvidar, pois muitos sites falsos podem exibir o cadeado de segurança.
  • Analisem cuidadosamente as “URLs” das páginas com formulários que solicitam dados confidenciais. Se o endereço consiste em um conjunto de caracteres sem sentido não prossiga com o processo.  

 

 

 

 

Educação financeira
As diferenças entre TED, DOC e Pix
Notícias
A conta Zap é pioneira no uso do WhatsApp
Educação financeira
Começando a investir, mas não conhece as possibilidades de investimento? Confira cada tipo!
There are currently no comments.