Notícias

Setembro amarelo e Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Saiba mais!


O Setembro Amarelo é um movimento bastante importante na luta contra o suicídio, tendo começado em 2014, sendo o dia 10/09 a data que mais ilustra essa causa: o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio.

O tema escolhido para a campanha, tanto em 2019 quanto em 2020, foi ‘’Trabalhando juntos para prevenir o suicídio’’, logo é importante que cada um de nós faça sua parte na prevenção do suicídio.

Falar sobre prevenção significa não apenas detectar de maneira precoce quem mais precisa de ajuda, mas também ajudar a divulgar as ações do Setembro Amarelo e canais de atendimento ao suicida.

Para ajudar essa causa tão importante e ajudar a disseminar informações para quem mais precisa, escrevemos este artigo para tirar dúvidas e mostrar a importância que tem esse movimento.

Números que assustam

Os números são apenas uma prova do quão é necessário dar mais atenção ao suicídio e às causas e comportamentos que levam uma pessoa a tirar a própria vida.

O suicídio está entre as 20 principais causas de morte no mundo, com pessoas de todas as faixas etárias, e sendo responsável por 800.000 mortes todos os anos, o que dá uma morte por suicídio a cada 40 segundos. 

Além disso, para cada suicídio 25 pessoas realizam uma tentativa e muitas acabam se ferindo seriamente, o que dá mais de 108 milhões de pessoas no mundo, todos os anos, sendo impactadas pelo comportamento suicida.

Trazendo esse contexto de prevenção do suicídio para o Brasil, todo ano mais de 12 suicídio ocorrem em nosso país, sendo em sua maioria jovens, entre 15 e 29 anos.

Transtornos

Por serem números que assustam, é importante saber e identificar quais são os principais transtornos que levam ao suicídio, sendo os principais: a depressão, transtorno bipolar e o abuso de substâncias químicas, como as drogas e o alcoól.

Sendo a depressão, dentre os transtornos psicológicos, o maior causador de comportamentos suicidas, fique atento aos seguintes sintomas:

  • Tristeza profunda;
  • Irritabilidade;
  • Mudanças comportamentais bruscas;
  • Desinteresse e apatia;
  • Distúrbios do sono;
  • Pensamentos negativos;
  • Entre outros.

Caso você perceba que tem sofrido com esses sintomas, ou alguém próximo a você que tem apresentando eles, não deixe de procurar uma ajuda especializada.

Você não está sozinho

Existem diferentes alternativas para tratar e recuperar quem sofre de transtornos psicológicos que podem levá-las ao suicídio.

Como por exemplo, os Caps (Centros de Atenção Psicossocial), que são instituições públicas cujo trabalho ajuda a reduzir em 14% o risco de suicídio, segundo o Ministério da Saúde. 

Outra instituição importante é o CVV (Centro de Valorização da Vida), que disponibiliza vários canais de atendimento, como o telefone através do 188, sendo gratuito e disponível 24h por dia toda semana. Outras opções de contato são o chat, e-mail e a localização física da instituição.

Além dessas instituições, você também pode procurar a ajuda de amigos, familiares ou profissionais particulares, como psicólogos, psiquiatras e terapeutas.

Portanto, saiba que você não está sozinho e que sempre existirá ajuda disponível para você. Conforme defende a campanha do Setembro Amarelho, trabalhemos juntos para a prevenção do suicídio e assim ajudar ao próximo.

Compartilhe nosso artigo em suas redes sociais,com seus amigos e também familiares para ajudar o Setembro Amarelo e a Conta Zap na prevenção do suicídio. Contamos com sua ajuda!

Zap do Bem
Webinar Zap do Bem
Educação financeira
O jeito Warren de investir
Notícias
Juntas Conta Zap e Oi têm uma missão!
There are currently no comments.