Notícias

Live Money Report – Review


Recentemente nosso CEO, Roberto Marinho, participou de uma live da Money report junto de outros grandes nomes do mercado, (a live está disponível em nosso canal no youtube).

Nesse encontro foi discutido como os meios de pagamento funcionarão de agora em diante após a crise do novo coronavírus, a chegada do PIX e a ferramenta de pagamento anunciada pelo Whatsapp nos últimos dias.

Um dos pontos recorrentes foi a discussão sobre a necessidade de uma ferramenta que consiga chegar ao vasto interior brasileiro e dê conta de se comunicar com as classes que não estão no foco das grandes empresas do meio bancário. 

E como foi bem ressaltado pelo CEO da Conta Zap, Roberto Marinho, para conseguir se comunicar com esse público é necessário entender sua vivência e modo de interagir com a tecnologia. 

Então a Zap nasce disso, da necessidade de entender e atender essas pessoas e não é apenas sobre a inclusão financeira, mas também sobre a inclusão social que esse movimento gera. 

Por ser muito comum para uma parte das pessoas, acabamos por esquecer que sem um meio de pagamento digital, não conseguimos acessar muitas plataformas que tem sido palco de transformações em nosso tempo.

Exemplo:

Durante a pandemia o Projeto Zap do Bem ajudou muitas famílias que sofreram as consequências mais diretas da pandemia. Mais do que um auxílio para esse momento, o projeto formou redes dentro das comunidades, o que fortalece o comércio local e valoriza o dinheiro dos trabalhadores. 

.

A busca agora, é continuar formando essas redes e construindo uma economia colaborativa e brasileira, afinal a Zap é feita por brasileiros que buscam melhorar o que é mais imediato a eles, ou seja, o Brasil. Um país mais acessível é melhor para todos e criar os horizontes para isso é um papel que a Zap busca exercer. (para saber mais sobre esse projeto, da uma olhada no nosso postblog sobre a zap do bem)

PIX:

Outro ponto muito discutido foi a chegada do PIX no Brasil, esse meio de pagamento vai reduzir a velocidade e os preços do atual mercado.

Sem esse meio as possibilidades atualmente oferecidas, DOC e TED, limitam o valor e o horário das transferências, já com o PIX elas poderão ser realizadas a qualquer momento, mesmo durante a noite e a madrugada.

Essa tecnologia deve chegar no Brasil em novembro. Todos os bancos e Fintechs com mais de 500 mil contas precisam se adaptar para receber essa novidade até essa data.

O Estado:

O Brasil é um país desigual e as desigualdades ficam muito mais palpáveis em momentos como o presente.

Com o tamanho continental do país e as diversas culturas que compõem essa nação é muito difícil dar conta de suas contradições, por isso mais do que a ajuda do governo a ajuda das pessoas é muito necessária. 

Com cada ala da sociedade se mobilizando em prol dos mais afetados pela crise, é mais fácil que todos consigam atravessar esse momento.

Exemplo disso, como Roberto Marinho colocou em sua fala, é a função da Zap do Bem para os casos mais imediatos e a própria Zap a longo prazo.

O futuro:

Todos somos limitados aos recursos de nossos tempo, porém nunca na humanidade houve um processo de evolução das tecnologias em um ritmo tão acelerado e isso nos permite sempre crescer e abraçar um número maior de pessoas, seja aumentando a acessibilidade ou diminuindo os custos de mercado.

Leu e gostou da conta Zap?

Então que tal mandar um “oi” pro Zapelino e abrir sua conta sem nenhuma taxa?

É só adicionar o 11 4063-6073 e enviar uma mensagem no Zap.

Aqui também tem um tutorial pra você ver o quão rápido e simples é abrir uma conta!

Mercado
O novo normal e os meios de pagamento
Notícias
Zap do Bem oferece auxílio para população de baixa renda |NSC|
Educação financeira
As diferenças entre TED, DOC e Pix
There are currently no comments.